O ciclo hidrológico ou ciclo da água na natureza.

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

O ciclo hidrológico, também chamado de ciclo da água na natureza é a movimentação constante da água. Evaporação e Precipitação.


A água do mar evapora fazendo parte do ciclo hidrológico.
by Roberto M.
A água está em movimento constante na natureza, seja mudando de posição, seja mudando de estado físico.
Por causa da atração gravitacional da Terra e, também por causa do relevo, a água está sempre mudando de lugar. No estado líquido ela corre dos locais mais altos para os locais mais baixos.
A ação dos raios solares e do vento sobre as águas da superfície terrestre fazem com que a água mude constantemente de estado físico

Ela evapora (passa do estado líquido para vapor) quando o calor é intenso. Congela-se (passa do estado líquido para o sólido) ou condensa-se (do vapor para líquido) quando a temperatura cai.
A essa movimentação constante da água na natureza damos o nome de ciclo hidrológico ou ciclo da água.

A UMIDADE DO AR

A energia solar fornece calor ao nosso planeta.
Com o calor, as águas dos mares e oceanos, dos rios e lagos, das lagoas e até das poças d’água se evaporam.

Através da evapotranspiração, as plantas perdem água pelas folhas, e essa água acaba se evaporando.
Com a evaporação, uma quantidade enorme de gotículas de água fica em suspensão na atmosfera, ou seja, em estado de vapor.

À quantidade de vapor de água contida na atmosfera chamamos de umidade do ar.
Geralmente a umidade do ar marítimo é maior que a umidade do ar continental. Isso porque a evaporação é maior sobre os oceanos e mares do que sobre os continentes.

PRECIPITAÇÕES

O vapor de água, por estar quente e menos denso, tem a tendência de subir.
Ao subir para a atmosfera, o vapor se concentra e forma as nuvens, que quando encontram menores temperaturas nas altitudes mais elevadas, acabam se condensando e se precipitando no solo (ou nos mares) em forma de chuva, neve e granizo. Às vezes, o vapor de água nem chega a subir muito e já se condensa formando a geada e o orvalho, também chamado de sereno.

Boneco de neve, mostrando um dos tipos de precipitação do ciclo hidrológico.

COMPLETANDO O CICLO

A água da chuva vai novamente para os rios e mares e se infiltra no subsolo, formando a água subterrânea.
Os rios deságuam em outros rios, no mar ou em algum lago. A água subterrânea, por sua vez, ou é extraída pelo homem (nos poços) ou vai aflorar naturalmente na superfície como fontes ou nascentes.

A neve pode se derreter e infiltrar-se no subsolo ou escorrer para os rios e lagos. Com o granizo acontece a mesma coisa.

Em locais muito frios, a neve pode dar origem às geleiras (enormes massas de gelo), que não ficam congeladas eternamente. As geleiras se derretem parcialmente no verão, num processo lento, e acabam voltando para os mares e rios.
No final, toda essa água poderá se evaporar novamente.

Esquema do ciclo hidrológico ou ciclo da água na natureza.

CICLO HIDROLÓGICO

Como vimos, a água está sempre em contínuo movimento na superfície terrestre. Esse ciclo da água é importantíssimo para a vida no planeta. Se não existissem evaporações, precipitações e deslocamentos da água, não existiriam plantas, nem agricultura; a vida seria impossível, até mesmo, para os seres microbianos existentes misturados ao solo.

O interessante de tudo isso é que, devido a esse movimento, de tempos em tempos, as massas de água do planeta se renovam completamente.

Se conseguíssemos fazer uma marcação em cada molécula de água de um oceano e tirar uma foto, nesse instante, dele, descobriríamos que depois de 3000 anos, ao tirar uma nova foto, nenhuma dessas moléculas marcadas estariam no oceano. As moléculas seriam outras.

Os cientistas estimam que, assim como os oceanos levam 3000 anos para renovar suas águas completamente, as geleiras levam 8000 anos para obter essa renovação total e a atmosfera leva 7 dias para renovar totalmente o seu vapor d’água.
Bibliografia: 1) Vesentini, J. Willian & Vlach Vânia – Geografia Crítica – Vol. I – Editora Ática – 13ª Edição.
                  2) Moreira, Igor – Construindo o Espaço do Homem – Vol. I – Editora Ática – 1ª Edição.

Artigos Recomendados:

3 comentários:

  1. poxa que bacana! realmente uma bela aula de ciências....abçs

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito do seu post. Direto e objetivo. Aprendi muito.

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito do post. O ciclo hidrológico ou ciclo da água e como cabeça de bacalhau. Agente sabe que existe, mais nunca apareceu ninguém para mostrar como funciona.

    ResponderExcluir

Se você tem uma história para contar, conte aqui. Se for divertida, não ofensiva nem agressiva poderá ser publicada. Mas se quiser apenas ler, fique à vontade!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...