Atmosfera. O ar que respiramos e sem o qual não viveríamos.

sábado, 15 de outubro de 2011


Esquema das camadas da atmosfera terrestre
by Roberto M.
O que é a atmosfera? Como é dividida a atmosfera? Qual é a composição da atmosfera? Quais são as camadas da atmosfera? Quais são as características dessas camadas?
Geralmente nem percebemos a importância do ar que respiramos. Entretanto, por ser o oxigênio contido no ar, indispensável para os seres vivos, não existiria vida na superfície terrestre se o ar não existisse.
 Podemos definir a atmosfera como a camada gasosa que envolve a superfície da terra.

 Essa camada gasosa tem mais de 800 km de altitude e é composta por vários gases.
 No nível do mar, a atmosfera tem uma composição de 78% de Nitrogênio, 21% de Oxigênio e 1% de outros gases, partículas de poeira e vapor d’água. Conforme a altitude vai aumentando, a proporção de oxigênio do ar vai diminuindo. O ar vai ficando rarefeito e a vida vai se tornando escassa nas grandes altitudes. As maiores altitudes onde vive o homem estão, mais ou menos, a 4 km. Os alpinistas, por exemplo, para subirem acima disso, já têm que usar máscaras de oxigênio.

A atmosfera é dividida em várias camadas. Essa divisão é feita segundo a composição química, a temperatura e as características eletromagnéticas do ar. Como essas condições variam com a altitude, as camadas são classificadas de acordo com a altura.
Desse modo, as seguintes camadas formam a atmosfera: troposfera, estratosfera, mesosfera, ionosfera e exosfera.

Troposfera

Vai até cerca de 12 a 15 km de altitude. Tem espessura menor na linha do Equador que nos pólos. É nela que voam os aviões e que ocorrem os fenômenos que afetam o espaço do homem, tais como chuvas, umidade, ventos, nuvens. É nessa camada também, que se encontram mais de 80% dos gases da atmosfera.
Na troposfera, quanto maior a altitude menor a temperatura. Elas variam da temperatura ambiente na superfície, até cerca de -60 ºC.

Estratosfera

Acima da troposfera fica a estratosfera. Sua altitude varia de 12 até quase 60 km acima da superfície terrestre. É nessa camada que se encontra a conhecida “camada de ozônio” um gás que filtra os raios ultravioletas emitidos pelo Sol. Esse ozônio está na parte inferior da estratosfera (entre 20 e 30 km de altitude) e sem ele a vida na terra seria impossível, pois a radiação solar na superfície da terra seria muito maior e o calor seria insuportável para os seres vivos.
Na estratosfera as temperaturas variam de -5ºC até -70ºC. Aviões supersônicos e balões meteorológicos podem atingir esta camada.

Mesosfera

Quando termina a estratosfera, começa a mesosfera. Essa camada vai até cerca de 80 km acima do solo. A partir dessa camada, a densidade do ar é tão baixa que se torna difícil medir a temperatura. Estima-se que ela varie entre -10ºC e -100ºC. É uma região de temperatura extremamente fria, pois não há gases capazes de absorver a energia solar. Nessa camada começa a ocorrer o fenômeno da luminescência da aurora polar (boreal ou austral).

Ionosfera

A ionosfera estende-se desde os 80 km até mais ou menos os 400 km de altitude. É uma camada muito importante, pois reflete as ondas radiofônicas e devolve-as para a superfície, garantindo assim a transmissão de rádio entre áreas muito distantes do planeta.
Nessa camada, as radiações ultravioletas do Sol são muito intensas, decompondo as moléculas em átomos e íons (por isso ionosfera).
Aqui, a temperatura aumenta com a altitude. Existe grande absorção da energia solar pelo oxigênio atômico e as temperaturas chegam até os 1000ºC.
Há autores que chamam essa camada de termosfera. Outros dizem que termosfera é somente parte da ionosfera e inclui a exosfera. Vou ficar com a primeira, ou seja, ionosfera ou termosfera.

Exosfera

A partir dos 400 km de altitude começa a ultima camada da atmosfera. Ela antecede o espaço sideral. Vai do final da ionosfera até cerca de 800 km de altitude. Sua composição básica é hidrogênio e hélio, metade de cada um.
Nesta camada, as partículas começam a não mais sofrer influência da gravidade terrestre. As temperaturas chegam a atingir 1000ºC. É na exosfera que ficam os satélites artificiais e os telescópios espaciais.
Bibliografia: 1 - Vesentini, J Willian & Vlach, Vânia – Geografia Crítica, Vol. 1 – Editora Ática
                     2 - Moreira, Igor – Construindo o Espaço do Homem, Vol 1 – Editora Ática

Artigos Recomendados:

2 comentários:

Se você tem uma história para contar, conte aqui. Se for divertida, não ofensiva nem agressiva poderá ser publicada. Mas se quiser apenas ler, fique à vontade!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...