Massas de ar e frentes. Alterando o tempo e o clima.

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Massa de ar quente ou fria. Frente fria ou quente. Massas de ar: tropicais continentais, tropicais marítimas, polares continentais e polares marítimas.


Massas de ar quentes ou frias. Frentes frias ou quentes.
by Roberto M.
O que é uma massa de ar quente? O que é uma massa de ar fria? O que são frentes frias? O que são frentes quentes? Por que o tempo atmosférico está sempre mudando? Por que, às vezes, há variações muito bruscas do tempo num único dia? Qual a razão de existirem variações do tempo climático?
Em cada parte do planeta, o ar tende a apresentar, em extensas áreas, as mesmas características de temperatura, pressão e umidade.

Essas extensas porções de atmosfera, semelhantes a enormes “bolhas de ar” são chamadas “massas de ar”.
É exatamente o deslocamento das “massas de ar” existentes na atmosfera que causam as variações do tempo atmosférico.

Conforme a latitude em que se localizam, as massas de ar podem ser frias (nos polos e nas zonas temperadas) ou quentes (nas zonas equatoriais e tropicais). Veja artigo sobre as zonas térmicas da Terra.
Por outro lado, as massas que se originam sobre áreas do continente (massas de ar continentais) geralmente são secas e as massas de ar que se originam sobre as áreas do oceano (massas de ar marítimas) são úmidas, pois o oceano lhes fornece umidade.

Assim, podemos identificar as principais massas de ar do nosso planeta:
- tropicais continentais (quente e seca);
- tropicais marítimas (quente e úmida);
- polares continentais (fria e seca);
- polares marítimas (fria e úmida).

Mas, as massas de ar que se formam sobre uma imensa região continental ou oceânica não ficam paradas. Elas se movimentam, entram em choque e empurram umas às outras.
Ao se afastar de seu local de formação, uma massa de ar leva consigo todas as suas características originais (temperatura, umidade, etc.).

Por isso, quando uma massa de ar úmida se desloca, tende a provocar chuvas nas áreas por onde passa.
Pelo mesmo motivo, massas de ar frias costumam provocar queda de temperatura nas áreas de seus deslocamentos.

Mas as características originais de uma massa de ar podem sofrer modificações durante sua trajetória. Elas perdem umidade devido às chuvas ou tornam-se mais frias ou mais quentes, dependendo da área por onde estão passando.

AS FRENTES

Na zona de contato entre massas de ar diferentes, formam-se as frentes.
As frentes podem ser frias ou quentes.

Quando uma massa de ar polar (fria) provoca o recuo de uma massa de ar tropical (quente), devido a sua maior pressão atmosférica forma-se uma frente fria e, as temperaturas por onde essa frente passa abaixam.

Quando uma massa de ar tropical tem uma pressão atmosférica suficiente para provocar o recuo de uma massa polar, forma-se uma frente quente e as temperaturas são elevadas.
Mas não são somente as mudanças de temperatura que são provocadas pelas frentes ou pelos deslocamentos das massas de ar.

É comum as frentes frias provocarem chuvas no seu caminho.
Chuvas também podem ser provocadas por frentes quentes e, isso acontece quando o ar quente e úmido se resfria e se condensa sobre uma área qualquer.

Resumindo tudo isso, podemos dizer que é no ponto de encontro entre massas de ar quentes e frias que ocorrem as grandes mudanças na atmosfera e, por isso, acontecem as mudanças bruscas no tempo de uma região qualquer da superfície terrestre.

Vem daí, então, a importância fundamental que tem o estudo das frentes na compreensão das alterações do tempo atmosférico e dos climas da superfície do nosso planeta.
Bibliografia: Vesentini, J. William & Vlach, Vânia – Geografia Crítica – Vol. I – 13ª Edição -  Editora Ática

Artigos Recomendados:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você tem uma história para contar, conte aqui. Se for divertida, não ofensiva nem agressiva poderá ser publicada. Mas se quiser apenas ler, fique à vontade!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...