A Chuva. Um dos tipos de precipitação da água dentro do ciclo hidrológico.

quinta-feira, 25 de abril de 2013

Entenda o que é a chuva e como se forma a precipitação pluvial. Saiba como funciona o processo de evaporação e precipitação da água dentro do ciclo hidrológico da natureza.


Chuva ou precipitação pluvial.
by Roberto M.
O que é chuva? Quais os tipos de chuva? Como se forma a chuva e por que chove? Qual é o significado de pluvial?
Já sabemos que a água está sempre em constante movimento na natureza, seja mudando de posição com os rios e os mares ou mudando de estado físico com as evaporações e precipitações
Esse movimento é o chamado ciclo hidrológico.

A água, sob a forma de vapor ou de gotículas está sempre presente na atmosfera. A ação dos raios solares e do vento sobre as águas da superfície provoca a evaporação e, com isso, uma grande quantidade de gotículas de água fica em suspensão na atmosfera.
O ar tem capacidade para conter um limite de vapor de água. Ao atingir esse limite, dizemos que o ar está saturado. O ar quente consegue conter mais vapor do que o ar frio, ou seja, tem um limite de saturação maior.

Se a temperatura do ar saturado diminuir, o excesso de vapor que esse ar contém se condensa (ou seja, volta ao estado líquido) e retorna ao solo de diferentes formas: orvalho, geada, neve, granizo e chuva.
O Orvalho e a geada, são maneiras da água voltar ao solo sem ter uma precipitação efetiva, ou seja, ela não cai. Já a neve, o granizo e a chuva são formas de precipitação efetiva da água.
Hoje vamos falar da chuva. Os outros tipos estão contemplados em outros artigos, clique nos links.

CHUVA OU PRECIPITAÇÃO PLUVIAL

Ao subir para a atmosfera, o vapor de água se concentra, formando nuvens. Ao se resfriar, a água das nuvens se precipita, isto é, cai sobre a superfície da terra em forma de chuva.
A chuva é uma precipitação líquida na forma de gotas de água, que caem das nuvens em duas etapas:

1 – Na primeira, o vapor de água, em excesso no ar das nuvens, se condensa em minúsculas partículas.
2 – Na segunda, através de várias colisões, as gotículas vão se unindo e formando gotículas maiores. O processo segue com as gotículas maiores absorvendo as menores e, consequentemente, formando gotas ainda maiores. Com o tamanho aumentado, as gotas acabam caindo das nuvens.

A chuva é a mais comum e abundante das precipitações atmosféricas. Ela é também chamada de precipitação pluvial, pois pluvial é uma palavra que significa “relativo à chuva”. Por isso, água pluvial é água de chuva. É por isso, também, que o aparelho que mede a quantidade de chuva que cai em um determinado local é denominado pluviômetro e índices pluviométricos são medidas de índices relativos à chuva.

A precipitação pluvial (ou seja, a chuva) é muito importante para a sociedade, pois é de vital necessidade para a agricultura e para o abastecimento de água nas cidades. Ela ajuda a encher as represas e a manter elevado o nível dos rios.

PRINCIPAIS TIPOS DE CHUVA

Existem vários tipos de chuva. Entre os principais estão: as chuvas convectivas (ou de convecção), as chuvas de montanha (ou orográficas, ou de relevo) e as chuvas frontais (ou de frente, ou ciclônicas). Conheça esses tipos de chuva clicando nos respectivos artigos.

Artigos Recomendados:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você tem uma história para contar, conte aqui. Se for divertida, não ofensiva nem agressiva poderá ser publicada. Mas se quiser apenas ler, fique à vontade!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...