A diferença entre o grau comparativo e o grau superlativo dos adjetivos.

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

A flexão de grau dos adjetivos trata da relação de igualdade, superioridade ou inferioridade entre os seres que estão sendo modificados. Saiba como distinguir cada um dos graus dos adjetivos.


Diferenças entre os graus superlativo e comparativo dos adjetivos.
by Roberto M.
Já vimos, em outros artigos, as diferenças existentes entre os substantivos (palavras que dão nome aos seres) e os adjetivos (palavras que modificam o substantivo).
Sabemos que os adjetivos são palavras variáveis que se flexionam em gênero, número e grau.
Sobre a flexão de grau do adjetivo, vimos que essa variação pode ser: grau comparativo ou superlativo.

Vamos explicar as diferenças entre esses dois graus, dando exemplos de cada um dos casos.

GRAU COMPARATIVO

Se um adjetivo é usado para estabelecer uma relação entre duas comidas, por exemplo, o grau é comparativo:

“A lasanha da Telma é mais gostosa que (do que) o macarrão do Roberto”.

O advérbio “mais” coloca o adjetivo “gostosa” no grau comparativo de superioridade e a estrutura comparativa é fechada com o “que” ou “do que”.

Se fosse comparação de inferioridade seria “... menos.....que...”.
Se a comparação fosse de igualdade seria “...tão...quanto...”.

“A lasanha da Telma é menos gostosa que o macarrão do Roberto”.
“A lasanha da Telma é tão gostosa quanto o macarrão do Roberto”.

GRAU SUPERLATIVO RELATIVO

Agora, se a intensão é afirmar que uma das comidas é a mais gostosa entre todas as outras comidas, o adjetivo estará no grau superlativo relativo:

“A lasanha da Telma é a mais gostosa do almoço”.
“O macarrão do Roberto é o mais gostoso do jantar”.

Desse modo, estabeleceu-se uma relação entre um elemento de um conjunto e todos os outros elementos do mesmo conjunto.
A mesma situação ocorreria em casos como:

“A música mais bonita do disco”; “O time mais regular do torneio”; etc.

GRAU SUPERLATIVO ABSOLUTO

Além de relativo, o superlativo também pode ser absoluto. Isso ocorre quando se eleva ao extremo a qualidade de um ser (substantivo) sem relacioná-lo direta e explicitamente com a qualidade de outros seres.

“O macarrão do Roberto é muito gostoso”.
“A lasanha da Telma é gostosíssima”.

Artigos Recomendados:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você tem uma história para contar, conte aqui. Se for divertida, não ofensiva nem agressiva poderá ser publicada. Mas se quiser apenas ler, fique à vontade!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...