O anônimo hipócrita comentando o tempero do arroz.

terça-feira, 13 de dezembro de 2011


História de um anônimo hipócrita que pensa que as coisas simples podem caracterizar a classe social
by Telma M.
Em geral eu não costumo publicar comentários de anônimos, exceto se for muito interessante, nestes casos abro exceções. 
Eu acredito que quando a pessoa se esconde atrás do anonimato não tem certeza de suas convicções ou não quer realmente ter suas idéias publicadas. 
Pode ser que o próprio anônimo desconfie que suas idéias não tenham nada de bom para acrescentar ao mundo, talvez por achar que não tenha nada que preste na própria cabeça... 

Sei lá. Não se identificando, o anônimo não nos dá chance de concordar ou discordar de seus pontos de vista.
Por outro lado, quem tem a coragem de se identificar merece todo o meu respeito, mesmo que suas idéias sejam diferentes das minhas (e desde que não sejam agressivas ou ofensivas), pois demonstra não ter medo de se expor, não tem nada para esconder do mundo.

Há pouco tempo atrás, logo após a publicação da receita de arroz branquinho, na seção de gastronomia do meu blog tear de retalhos, recebi o seguinte comentário transcrito abaixo:

“Anônimo...: me desculpem, mas alho e cebola no arroz é coisa de pobre.”

Confesso que ri bastante. É um comentário engraçado, não dá para negar.
Fiquei me perguntando qual seria o ingrediente milionário que os ricos usam para temperar seu arroz? Se alho e cebola no arroz é coisa de pobre, então deve haver por aí, em algum lugar do planeta um tempero de rico, um que as nossas pobres papilas gustativas não estão habilitadas a perceber.

Será que as pessoas ricas têm papilas gustativas diferentes das papilas dos pobres? Alho e cebola é o tempero usado para fazer arroz e feijão desde tempos imemoriais. Agora virou “coisa de pobre”?

Desculpe-me você, querido “anônimo”, mas coisa de pobre é colocar temperos em categorias baseadas no poder aquisitivo das pessoas, coisa de pobre é classificar as pessoas em pobres e ricas. Pobres comem alho e cebola, ricos comem o quê? Ouro e Diamante ralado?

Coisa de pobre é pensar que rico não pode comer alho e cebola. Você está enganado, camarada, alho e cebola dá sabor aos alimentos, “enriquece” o pobre arroz branquinho.

Artigos Recomendados:

Um comentário:

  1. Antigamente, anonimato era algo para quem tinha um passado muito vergonhoso, mas hoje em dia, ser anônimo é quase sinônimo de não ter nada na cabeça.

    Acho um recurso interessante para aqueles momentos de preguicinha, quando você encontra algo interessante, mas não tem conta no site/host, mas... VOCÊ ESTÁ FAZENDO ISSO ERRADO, e tenho dito.
    A propósito: arroz sem alho nem cebola é uó, nem rico - que em geral curte umas coisas sem sabor que só, consegue comer. Quem dirá um "Anônimo" qualquer.

    ResponderExcluir

Se você tem uma história para contar, conte aqui. Se for divertida, não ofensiva nem agressiva poderá ser publicada. Mas se quiser apenas ler, fique à vontade!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...