Maratona Olímpica. Versões da origem e definição da distância.

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Você sabia que o motivo de uma maratona ter quarenta e dois mil, cento e noventa e cinco metros é a pura comodidade da família real britânica? Conheça as lendas que deram origem à mais tradicional prova de atletismo dos jogos olímpicos.


Maratona olímpica, como surgiu e as razões da distância ser 42,195 km
by Roberto M.
Qual é a origem da corrida desportiva chamada “maratona”? Como foi definida a distância do percurso de uma maratona? Qual é a distância percorrida por um maratonista que termina a prova nos dias de hoje?
Diz a lenda, que a corrida teve origem na antiga Grécia, cerca de 490 a. C.
Nessa época, existiram grandes conflitos bélicos entre os antigos gregos e o Império Persa.

Essas guerras, chamadas de Guerras Médicas ou Guerras Greco persas, visavam à libertação de várias colônias gregas da região de Jônia na Ásia Menor, que estavam sobre o domínio dos Persas.
Existem pelo menos duas versões para o início da história da maratona.
Ambas situadas no ano 490 a. C., quando soldados atenienses partiram para a planície de Marathónas para combaterem os persas na chamada Primeira Guerra Médica.

A VERSÃO DE PLUTARCO

Uma das versões aparece pela primeira vez no trabalho do historiador romano Plutarco (viveu por volta de 45 d. C. – 125 d. C.) mais de 500 anos depois.
Plutarco conta que, para avisar as esposas dos combatentes gregos da vitória, o general grego Milcíades enviou seu melhor corredor, o soldado Pheidippides, ordenando-lhe que corresse o mais rápido que pudesse.

Pheidippides correu os 42 km que separavam Marathónas de Atenas, entregou a mensagem e caiu morto.
Essa é uma lenda bastante heróica, mas sem muito sentido (apesar de ser a versão adotada pelo Comitê Olímpico), visto que era comum, à época, mensageiros profissionais correrem o dobro disso.

A VERSÃO DE HERÓDOTO

A outra versão, um pouco mais factível, é registrada pelo historiador grego Heródoto, que nasceu apenas seis anos após a batalha (484 a. C.).
Segundo Heródoto, Pheidippides correu de Marathonas a Esparta (246 km em dois dias) para pedir a ajuda dos espartanos no combate contra os persas.

Como os espartanos estavam ocupados com um festival religioso (festival de Artemis), Pheidippedes ouviu um não como resposta e, sem a ajuda esperada, correu de volta ao campo de batalha para levar a má notícia.
Os atenienses tiveram de combater os persas sozinhos. Conseguiram uma vitória espetacular, perdendo 192 homens, contra os 6400 persas que morreram em combate. Nessa versão Pheidippides não morreu.

A DISTÂNCIA DA MARATONA

Em 1896, quando dos primeiros jogos olímpicos da era moderna, disputados em Atenas na Grécia, Pheidíppedes foi homenageado com a criação da prova.
Nas três primeiras Olimpíadas modernas, a maratona foi corrida numa distância de aproximadamente 42 km (a mesma que separava Marathónas  de Atenas).

Em 1908, os jogos olímpicos foram realizados em Londres.
A linha de partida da corrida foi posta do lado de fora de uma janela do Castelo de Windsor de onde metade da família real podia assistir.
A linha de chegada foi posta em frente ao camarote real no estádio White City, onde a outra metade da família real estava esperando.

A distância exata desses dois pontos era 42195 m (quarenta e dois mil, cento e noventa e cinco metros) que a partir de então ficou sendo a distância padrão de todas as maratonas.
É por isso que as maratonas são corridas em 42 km e 195 m.

Artigos Recomendados:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você tem uma história para contar, conte aqui. Se for divertida, não ofensiva nem agressiva poderá ser publicada. Mas se quiser apenas ler, fique à vontade!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...