O surgimento da aranha. O mito de Aracne.

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

A mitologia grega é fascinante. Conheça a lenda da mortal Aracne que desafiou a deusa Atena e acabou virando uma aranha.


O mito de Aracne. A mortal que ousou desafiar Atena, a deusa das artes e da tecelagem e também a deusa guerreira. Virou aranha.
by Telma M.
Na mitologia grega, Atena era a deusa guerreira nascida do cérebro de Zeus, por isso mesmo conhecida como a deusa da sabedoria, mas era também a deusa das artes. Tecia as mais belas peças em tear e era responsável por distribuir os dons aos mortais. Atena era uma deusa que possuía uma dualidade e um antagonismo curioso: ao mesmo tempo em que era guerreira era também a deusa da beleza das artes e da tecelagem.

Aracne também era antagônica: não aceitava a idéia de que seus dons haviam sido dados pela deusa, era orgulhosa, porém capaz de exercer uma arte delicada e sensível. Aracne era uma mortal tecelã talentosa, porém nada modesta, que ousou desafiar os poderes da deusa Atena, o que as levou para uma competição na arte de tecer os fios.

Como todo mortal, Aracne tinha suas fraquezas, vangloriava-se de seu talento e presunçosa que era, caiu na besteira de dizer que poderia competir com Atena, e derrotá-la, na arte da tecelagem.

Atena, disfarçada de anciã, procurou Aracne e tentou aconselhá-la. Usando como argumento a experiência da idade, dizia-lhe para respeitar a posição dos deuses.
Aracne, entretanto, zombando da anciã, reiterou seu desafio: “Por que sua deusa não quer competir comigo?
Atena, então, reaparece como deusa e aceita o desafio. Dão início à competição.

A deusa, em seu trabalho, retrata a cidade de Atenas com os deuses em seus tronos. Desenha cenas mostrando o destino de alguns mortais que ousaram desafiar os deuses, e no que eles foram transformados.

Aracne, por sua vez, resolveu retratar Zeus, o deus supremo. Teceu diversas cenas protagonizadas por ele, inclusive suas conquistas amorosas.

Ao final dos trabalhos, restava avaliar.
O trabalho de Aracne ficou perfeito. Atena não conseguiu encontrar a mínima falha. Entretanto, ela cometeu um erro que desagradou Atena: representou negativamente em sua arte, as aventuras amorosas de Zeus.

Atena, irritada e descontrolada, destruiu o trabalho de Aracne.
A mortal, triste e deprimida, tenta enforcar-se com uma corda.

Atena, então, vendo o resultado de sua cólera, compadece-se e não deixa Aracne morrer.
Transforma a corda em uma teia e a pretensiosa mortal é transformada em aranha, condenada a tecer a vida toda, pendurada em sua própria teia.

Artigos Recomendados:

2 comentários:

  1. E aqui dei continuidade à leitura da lenda sobre a arte do tear...
    Muito bom, amiga Telma!
    Meu carinho,
    Yolanda

    ResponderExcluir
  2. Essse cite me ajudo muito muito bom

    ResponderExcluir

Se você tem uma história para contar, conte aqui. Se for divertida, não ofensiva nem agressiva poderá ser publicada. Mas se quiser apenas ler, fique à vontade!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...