Feromônios. A atração para o acasalamento.

sábado, 23 de abril de 2011


by Telma M.
O que são feromônios e qual o seu papel na vida animal? Feromônios são compostos químicos eliminados para fora do corpo (no ambiente) através de glândulas específicas.
São diferentes de hormônios que são secretados dentro do corpo.
Em geral, os feromônios estão envolvidos na interação de indivíduos de uma mesma espécie. Funcionam para que ocorra comunicação entre esses indivíduos, como a formiga que faz uma trilha no chão para localizar o caminho de volta.

Todos nós sabemos que os animais liberam feromônios (ou feromonas) de forma natural em diferentes situações, como defesa ou atração do sexo oposto.

Mas será que o ser humano também tem glândulas secretoras de feromônios? E as plantas, têm feromônios? Ou essa substância é exclusiva de cães, gatos e insetos?

O entomólogo francês Jean Henri Fabre, 1823 a 1915, foi quem reconheceu pela primeira vez a importância dos odores na comunicação entre os insetos, mas somente em 1950 é que surgiu o termo feromônio. A palavra é derivada do grego antigo e tem o significado de transportar hormônios e provocar estímulo e excitação.
As fêmeas de insetos produzem uma substância (Z-7-duodecenil-1-acetato) que sinaliza a predisposição ao acasalamento.

Interessante é que a fêmea do elefante asiático também produz a mesma substância em sua urina antes da ovulação. Isso atrai o macho que toca a urina com sua tromba e a deposita no céu da boca, onde se encontra o órgão vomeronasal.
A finalidade do Órgão vomeronasal parece ser exclusivamente a de detectar sinais químicos – os feromônios - envolvidos no comportamento sexual e de marcação de território.

Estudos têm demonstrado que a maior parte das espécies de vertebrados tem esse órgão situado na cavidade nasal, o que faz surgir dúvidas sobre a possibilidade de haver ou não o órgão vomeronasal nos seres humanos.

Existe uma escola de pensamento que acredita na existência desse órgão na nossa espécie e outra que diz que o órgão não existe ou é apenas vestigial.
Entretanto, estudos recentes estão levando a acreditar, que o Órgão Vomeronasal humano realmente existe e consiste de duas pequenas bolsas de 2 mm de profundidade a cerca de 1 cm a partir das narinas. Só para comparação: o Órgão Vomeronasal do elefante tem 20-25 cm de comprimento!

Se seres humanos possuem ou não o sistema vomeronasal, como os elefantes e outros animais, é assunto ainda controverso, mas há evidências que sugerem a presença de alguma forma de transmissão de feromônios entre nós.

Assim como nos outros animais, seres humanos também são atraídos pelo cheiro.
A observação de bebês levou cientistas a concluírem que eles sentem o cheiro da mãe e que é o cheiro que os levam a procurar o peito para se alimentar

São os feromônios sexuais que estimulam a atração sexual entre homens e mulheres.

No entanto, os feromônios são substâncias inodoras em nível consciente, apenas percebidas pelo outro indivíduo por um sistema especial.

O biólogo Alberto Arab, do instituto de biologia da Unicamp, afirma que os feromônios não se relacionam necessariamente pelo olfato e nem apenas para atração sexual, há muitas outras funções. Além disso pouco se sabe sobre essas substâncias no ser humano.
Isso é importante para percebermos que não existem perfumes contendo feromônios para atrair o parceiro, é apenas marketing para vender perfumes.

Feromônios são largamente usados na lavoura para o controle de pragas: coloca-se a substância em armadilhas, que depois de capturarem, eliminam os insetos prejudiciais às plantações.

Um exemplo de animal que se defende graças à existência de feromônios é a gazela, que sai correndo antes do ataque do leão, pois sente o cheiro do predador e usa isso como forma de defesa.

Não se tem certeza, embora haja uma tendência para se acreditar, que o cheiro de cada um é como uma marca pessoal como se fosse uma impressão digital.

As plantas também liberam feromônios, que, aliás, são importantes no processo de polinização, uma vez que atraem insetos polinizadores. Abelhas, mariposas noturnas e morcegos são atraídos por fortes aromas das plantas, mesmo que ao olfato humano pareçam não ter cheiro ou exalem cheiros desagradáveis.

Artigos Recomendados:

3 comentários:

  1. Se até as plantas liberam estes feromonios, por que então no caso da gente é ainda controverso??? Todo mundo libera e só nós que não??? Afff.

    ResponderExcluir

Se você tem uma história para contar, conte aqui. Se for divertida, não ofensiva nem agressiva poderá ser publicada. Mas se quiser apenas ler, fique à vontade!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...