Hino Nacional Brasileiro: Letra e Música

quinta-feira, 7 de julho de 2016

Aqui estão a transcrição integral da letra do nosso hino nacional e um áudio da música com coral e orquestra. Aprenda a cantar o Hino Nacional Brasileiro. Acompanhe a letra ouvindo a música.


Foto estilizada da Bandeira Nacional Brasileira ao vento, sobreposta com a partitura do Hino Nacional Brasileiro
by Roberto M.
A composição musical do Hino foi oficializada como Hino Nacional Brasileiro pelo decreto nº 171. De 1890.
Ela foi composta pelo maestro Francisco Manoel da Silva e perdura até hoje.
Entretanto, por um período aproximado de 32 anos, muitas letras diferentes e inadequadas à beleza da melodia fizeram parte da composição.
 
Somente em 1922, ás vésperas do primeiro centenário da independência, é que foi definida, pelo Decreto nº15671 de 6/9/1922, a letra definitiva do Hino Nacional Brasileiro.
A letra do nosso hino, um verdadeiro poema, foi escrita em 1909 por Joaquim Osório Duque Estrada.

Quem quiser saber um pouco mais sobre a história do nosso Hino Nacional Brasileiro acesse o artigo “Hino Nacional Brasileiro. Como cantar corretamente.” e o artigo “História do Hino Nacional Brasileiro. A Letra perdida da introdução instrumental.”.

Para quem quiser aprender a letra, segue abaixo sua transcrição integral.
Se quiser ouvir o Hino Nacional enquanto aprende a letra, é só clicar na seta do tocador logo abaixo da Bandeira Brasileira.

Bandeira Nacional Brasileira

Hino Nacional Brasileiro

Letra: Joaquim Osório Duque Estrada
Música: Francisco Manuel da Silva


Parte I
Ouviram do Ipiranga as margens plácidas
De um povo heroico o brado retumbante,
E o sol da liberdade, em raios fúlgidos,
Brilhou no céu da pátria nesse instante.
Se o penhor dessa igualdade
Conseguimos conquistar com braço forte,
Em teu seio, ó liberdade,
Desafia o nosso peito a própria morte!

Ó Pátria amada,
Idolatrada,
Salve! Salve!

Brasil, um sonho intenso, um raio vívido
De amor e de esperança à terra desce,
Se em teu formoso céu, risonho e límpido,
A imagem do Cruzeiro resplandece.
Gigante pela própria natureza,
És belo, és forte, impávido colosso,
E o teu futuro espelha essa grandeza.

Terra adorada
Entre outras mil,
És tu, Brasil,
Ó Pátria amada!
Dos filhos deste solo és mãe gentil
Pátria amada,
Brasil !


Parte II
Deitado eternamente em berço esplêndido,
Ao som do mar e à luz do céu profundo,
Fulguras, ó Brasil, florão da América,
Iluminado ao sol do Novo Mundo!
Do que a terra, mais garrida,
Teus risonhos, lindos campos têm mais flores;
"Nossos bosques têm mais vida",
"Nossa vida" no teu seio "mais amores."

Ó Pátria amada,
Idolatrada
Salve! Salve!

Brasil, de amor eterno seja símbolo
O lábaro que ostentas estrelado,
E diga o verde-louro dessa flâmula -
"Paz no futuro e glória no passado."
Mas, se ergues da justiça a clava forte,
Verás que um filho teu não foge à luta,
Nem teme, quem te adora, a própria morte.

Terra adorada
Entre outras mil,
És tu, Brasil,
Ó Pátria amada!
Dos filhos deste solo és mãe gentil
Pátria amada, Brasil !


Artigos Recomendados:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você tem uma história para contar, conte aqui. Se for divertida, não ofensiva nem agressiva poderá ser publicada. Mas se quiser apenas ler, fique à vontade!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...