Sobre este blog

Um belo dia eu estava navegando e observei que haviam tantos blogs na internet quanto estrelas no céu ou pessoas na terra.
Sempre tive muita vontade de escrever, então pensei: Ora, se as pessoas escrevem tantas baboseiras porque eu não?
Foi assim que resolvi me aventurar e criar um blog sem nenhum compromisso com controle de qualidade nem com qualquer outra coisa, apenas com diversão inocente.
Então pensei nas mentiras que meu pai e avô contavam quando eu era criança, mas naquela época eu acreditava que era tudo verdade. Foi assim que nasceu Mentiras veríssimas.
Só que com o passar do tempo eu descobri que algumas coisas não são mentiras nem verdades, são apenas imaginação, então resolvi diversificar e deu no que deu. Mentiras veríssimas é um blog sem compromisso com coisa nenhuma, escrevo o que me vem à cabeça, só para me divertir a divertir aqueles que forem corajosos de ler o que eu escrevo.
Aliás, se alguém quiser mandar alguma história para mim, faça um comentário ou envie um e.mail para: telmatrm@tearderetalhos.com ,  de repente sua história pode ser publicada e você ficar tão famoso quanto eu, ou seja, nada!
Ah, eu ia me esquecendo, não vale ofensas, preconceitos, agressões, e... Bom, a gente analisa na hora.
Por enquanto é isso, fique à vontade e tente divertir-se sem o compromisso da crítica ou do elogio.

4 comentários:

  1. Telma,

    Legal seu espaço. Senti falta de algo como "quem é você", mas isso não nos impede de descobri-la através dos posts. Também senti falta de um contador. Como saber se serei o visitante 1.000? rsrs!
    Parabéns pelo blog!!!
    Grande beijo,
    Herval

    ResponderExcluir
  2. Isso mesmo, você decifrou minha mensagem, eu não falei de mim esperando estimular a curiosidade... A fantasia é capaz de criar imagens muito mais espetaculares do que a realidade. Quanto ao "contador", estou providenciando, eu também sinto falta. Obrigada pelas dicas. Bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi Telma. gostei do seu espaço ontem eu estava dando uma volta nos blogs de croche qdo achei o seu e vi que vc mora na Vila Mariana ,e eu moro na /Santa Cruz do metro,Como vc disse qq coisa para escrever,estou chateada tudo o quetento fazer em croche nada dá certo, já fiz muito tear, mas agora com minha idade não dá meu braço dói muito.Foi só um desabafo, nasci canhota mas aprendi a escrever com a mão direita e na marra,foi na base dos tapas a professora puxava minhas orelhas até vir´-las do avesso,mas agora a coisa complica para mim nada sai do jeito certo,porque nenhuma das minhas mãos entram sintonia então hoje estou revoltada!Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Margit (ou Magu), que bom receber sua visita. Isso mesmo, pode contar suas historias, é bom falar as coisas boas e as ruins, para nos livrar dos pesos excessivos. Sabe, tenho uma tia que nasceu canhota como você e "apanhou" muito para aprender a escrever com a mão direita. O resultado é um desconforto imenso. Ainda bem que hoje o canhoto é compreendido.
      Olha só, eu dou aulas de crochet aqui na vila mariana. Fale comigo se quiser tentar mais uma vez. Abraços. Telma

      Excluir

Se você tem uma história para contar, conte aqui. Se for divertida, não ofensiva nem agressiva poderá ser publicada. Mas se quiser apenas ler, fique à vontade!