As aparências enganam. A maldade está no pensamento e não na realidade.

sexta-feira, 8 de abril de 2011


by Roberto M.
Após alguns anos de namoro e outros de noivado, finalmente se casaram.
Foram morar numa casa bonita e gostosa em um bairro muito tranqüilo.
Na primeira manhã que passavam na casa, durante o café da manhã, a mulher, olhando pela janela, viu sua vizinha que pendurava lençóis no varal. Comentou então com o marido:
“Que lençóis sujos ela está pendurando. Acho que não sabe lavar roupas.”
O marido observou calado.

Três dias depois, também durante o café da manhã, novamente a vizinha pendurava lençóis no varal e de novo a mulher comentou com o marido:
“Ela continua pendurando lençóis sujos. Quando eu tiver intimidade com ela, vou ensiná-la a lavar as roupas.”
E assim, a cada três dias, a mulher repetia seu discurso, enquanto a vizinha pendurava seus lençóis no varal.

Depois de um mês, no mesmo cenário, a mulher surpreendeu-se ao ver, pela janela, a vizinha estender seus lençóis muito brancos e limpos. Empolgada disse ao marido:
“Acho que ela aprendeu a lavar roupas. Quem será que a ensinou? Não fui eu!”

O marido tranquilamente respondeu:
“Olha, hoje eu levantei mais cedo e lavei a vidraça de nossa janela!”

Eis aí a comprovação daquele sábio provérbio popular: “O macaco não enxerga seu próprio rabo, mas vê rabo na cutia.” 

Artigos Recomendados:

2 comentários:

  1. Olá Telminha querida!
    Já conhecia essa história, mas é sempre bom reler e poder relembrar de que muitas das sujeiras que enxergamos no mundo e acerca das pessoas estão apenas na camada "invisível" que criamos para nos separar delas.
    Grande beijo,
    Jackie

    ResponderExcluir
  2. A mensagem nos faz rir, mas traz uma grande verdade.
    Até...

    ResponderExcluir

Se você tem uma história para contar, conte aqui. Se for divertida, não ofensiva nem agressiva poderá ser publicada. Mas se quiser apenas ler, fique à vontade!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...