Reminiscências: A bala de coco de antigamente.

terça-feira, 29 de março de 2011


by Telma M.
Quando eu era bem menininha, minha mãe nunca deixou de fazer festas de aniversário muito bonitas para mim.
Até os meus dez anos nunca passei um aniversário sem festa.
Depois disso as coisas começaram a ficar difíceis e as festas foram se espaçando, até que finalmente acabaram definitivamente, não sem deixar uma saudade imensa.
Enquanto as festas ainda eram comuns, havia “uma mulher” que sempre ia fazer balas de coco em minha casa, era uma amiga de minha mãe que estava sempre disposta a fazer as balas sem cobrar nada por isso.

Eu ficava sentada no canto da cozinha olhando-a fazer as balas e desejando que acabasse logo, para eu poder comer o maior número de balas possível.
Comia-as quente ainda e acabava levando bronca porque quase  não sobrava nada para a festa.

As balas eram muito boas, bastava colocá-las na língua que elas iam derretendo sozinhas.
Hoje é difícil encontrar alguém que saiba fazer esse tipo de bala. Já não existem mais pessoas como “a mulher amiga de minha mãe”.

Acho até, que a arte de fazer balas de coco, já faz parte das “coisas do passado”.
As balas que tinham presença obrigatória em todas as festas de casamento estão virando somente recordação.
Mas, finalmente eu encontrei a receita dessas balas, que pelo menos para mim eram espetaculares.

Coloquei essa receita no meu outro blog (Tear de Retalhos) e resolvi colocar apenas o link da receita de bala de coco aqui, para não repetir a postagem.

Se alguém, assim como eu, estiver com saudades dessas “balas de antigamente”, vá até lá, veja a receita e relembre. Fazer e comer essas balas de coco é como executar uma viagem no tempo.
 
Artigos Recomendados:

Um comentário:

Se você tem uma história para contar, conte aqui. Se for divertida, não ofensiva nem agressiva poderá ser publicada. Mas se quiser apenas ler, fique à vontade!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...