Equinócio e Solstício. O que é isso?

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011


by Roberto M.
O movimento de translação da terra consiste na volta que ela descreve ao redor do sol. Essa volta dura um ano.
A terra apresenta também uma ligeira inclinação (23°30’) frente à sua órbita.
Esses dois fatos conjugados produzem uma diferença entre a iluminação do hemisfério norte e a do hemisfério sul. Essa diferença varia no decorrer do ano.
Durante alguns meses, o hemisfério norte recebe maior quantidade de luz solar que o
hemisfério sul. Depois, durante outros meses, ocorre o inverso, pois o movimento da terra ao redor do sol, com seu eixo sempre inclinado na mesma direção, faz com que o hemisfério sul receba mais luz solar que o hemisfério norte. 

 
equinócio2


Isso explica por que quando é inverno no sul é verão no norte e vice-versa. Explica também, por que em certas épocas do ano os dias são mais compridos que as noites e em outras são as noites que são mais compridas que os dias.

Equinócio significa “dia e noite iguais”, ou seja, no dia do equinócio, a duração do dia (período claro) é exatamente igual à duração da noite (período escuro).
Nos dias de equinócio, os raios solares estão exatamente perpendiculares à linha do Equador, não iluminando nenhum hemisfério mais que o outro.

São dois, os dias de equinócio durante o ano: 21 de março e 22 de setembro. Nesses dois dias, a noite e o dia têm exatamente a mesma duração.

O dia 21 de março é chamado de equinócio de primavera no hemisfério norte e de equinócio de outono no hemisfério sul.
Consequentemente, o dia 22 de setembro é conhecido como equinócio de outono no hemisfério norte e equinócio de primavera no hemisfério sul.

 
equinócio1


Solstício significa “dia e noite extremamente desiguais”, ou seja, um deles dura muito mais que o outro.
São dois os dias de solstício durante o ano: 21 de junho e 22 de dezembro.

No dia 21 de junho, devido à inclinação do eixo terrestre e à posição da terra em relação ao sol, os raios solares estão exatamente perpendiculares ao Trópico de Câncer, situado a 23°30’ no hemisfério norte. Assim, nesse dia, a parte norte do planeta recebe mais luz solar que a parte sul. No sul, a noite é bem maior que o dia; no norte é o inverso, o dia é que é bem maior.

No dia 22 de dezembro, os raios solares são exatamente perpendiculares ao Trópico de Capricórnio, situado a 23°27’30’’ no hemisfério sul. Nesse dia a parte sul do planeta recebe maior quantidade de luz solar que a parte norte. Portanto, o dia no hemisfério sul é bem maior que a noite; no hemisfério norte ocorre o inverso, a noite é que é bem maior.

O dia 21 de junho é chamado de solstício de verão no hemisfério norte (é o dia mais comprido do ano e consequentemente a noite mais curta) e solstício de inverno no hemisfério sul (dia mais curto do ano e noite mais comprida).
O dia 22 de dezembro inverte, ou seja é solstício de verão no hemisfério sul e solstício de inverno no hemisfério norte.

Concluindo:
Nos equinócios (tanto de primavera quanto de outono) os dias e as noites têm a mesma duração.
No solstício de verão teremos o dia com a maior duração do ano e consequentemente a menor noite.
No solstício de inverno teremos a noite com a maior duração do ano e consequentemente o menor dia.
Bibliografia: Geografia Crítica – Vol. I – Vesentini, J. William e Vlach, Vânia – Editora Ática.
 
Artigos Recomendados:

.

3 comentários:

  1. Excelente! Olha como eu guardei:
    Equinócio: começa com a letra E de igual, equivalente, ou seja, ias e as noites têm a mesma duração.
    Solstício: Se o equinócio é quando é igual, solstício será quando o dia e a noite tiverem durações diferentes. Se for de inverno a noite é maior, se for de verão o dia é maior.

    ResponderExcluir
  2. Cara Gostei Muito estava procurando ,mas não encontrava tirei 10 Na minha prova

    ResponderExcluir

Se você tem uma história para contar, conte aqui. Se for divertida, não ofensiva nem agressiva poderá ser publicada. Mas se quiser apenas ler, fique à vontade!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...